carregando

Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns segundos...

 

Purgatório A Verdadeira História de Dante e Beatriz

Para usar as funcionalidades você precisa estar logado(a). Clique aqui para logar
Erro ao processar sua requisição, tente novamente em alguns minutos.
Purgatório A Verdadeira História de Dante e Beatriz

Livro Bom - 1 comentário

  • Leram
    1
  • Vão ler
    0
  • Abandonaram
    0
  • Recomendam
    0

Autor: Mário Prata

Editora: Planeta

Assunto: Romance

Traduzido por: Livro Editado em Português do Brasil

Páginas: 268

Ano de edição: 2007

Peso: 370 g

Avalie e comente
  • lido
  • lendo
  • re-lendo
  • recomendar

 

Bom
Marcio Mafra
16/09/2007 às 12:47
Brasília - DF

Purgatório é o sétimo livro do Mario Prata existente na livronautas. Ele possui um inigualável estilo divertido e inteligente de Mario Prata. A narração se desenvolve em torno da vida de Dante, Beatriz, Virgilio e Gema. A temática que os envolve é a idéia de pecado e de culpa. O livro é uma miscelânea de romance, humor, escárnio e crítica escrita por quem é muito bom na arte de romancear. Todavia, não há como não comparar o Purgatório com os outros livros do Mestre. Resultado: é um livro menor que James Lins, ou Besa-me Mucho e até Minhas Mulheres e Meus Homens. O Purgatório está com muita parecença com o estilo dos livros do Jô Soares como o Homem que Matou Getulio Vargas ou Xangô de Baker Street. Humorista que se mete a escritor, não dá certo. O contrário também não deve funcionar direito!


Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

História do bancário Virgílio, gay, amigo do também bancário Dante, não gay, casado com Gemma, que lhe batia. Dante, apesar de apanhar da Gemma, amava Bia, namorada de seu tempo de juventude, que ganhou uma bolsa e foi estudar balé em Paris. Depois ela morreu e foi para o purgatório...

Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

Dante abriu a outra. Era uma relação de nomes de pessoas que estavam no Purgatório. Terezinha, tendo uns tremeliques: - Eu estou lendo, eu estou lendo, seu Virgílio! Alívio de Dante. Deixa eu imprimir que você mesma vai ler para todo mundo, Terezinha. Dante imprime e dá uma folha para o doutor Júnior. Em branco. Ele passa para Virgílio. Branco total. Terezinha pega a folha. - Quer que eu leia tudo? - Por favor, Terezinha. Quem acabou de chegar foi o dramaturgo Gianfrancesco Guarnieri que jah estah escrevendo uma peca de teatro chamada "Arena conta Purgatório" Brasileiros que eu já encontrei: Caio Fernando Abreu, Ana C, IK, Machado de Assis, Sergio Porto, Noel Rosa, Cartola, Samuel Wainer, Nelson Rodrigues, D. Pedro II e tantos outros. Marilyn Monroe, James Dean, Janis Joplin, a orquestra inteira de Glenn Miller, Elvis Presley, Galileu Galilei John Lennon, Sinatra, Nat King Cole, Nixon. - Nietzche. - Isso. Freud (ela leu Freude), Leonardo da Vince - Não disse? - atalhou Virgilio. - Sigmund Freud? Ora, ora... Continua, continua - apressou-se o doutor Júnior. - Esse nome aqui eu não sei ler....."


Nenhuma informação foi cadastrada até o momento.

Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

Agosto de 2007: anúncio de livro novo do Mario Prata. Qualquer leitor vai à livraria. Logo agora que a igreja católica - criadora e mantenedora do céu, inferno, purgatório e limbo - descobriu que o limbo não existe mais, o titulo Purgatório fica mais sugestivo, senão oportunista.


 

Receber nossos informativos

Siga-nos:

Baixe nosso aplicativo

Livronautas
Copyright © 2011-2019
Todos os direitos reservados.