carregando

Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns segundos...

 

Selado, Registrado, Avaliado e Carimbado - Conto Livre Rafael Mafra

Tem que ser selado, Registrado, Avaliado e Carimbado.

Rafael Mafra

 

Guga, depois de nove meses de ansiedade, pode finalmente ver seu filho nascer.

Mas um parto não é uma coisa simples e por isso ele teve que se desdobrar, e virar noite, e tentar dormir apertado no hospital.

Quando finalmente dormiu, o tema de seu sonho foi, é claro, o Eric.

Ou melhor, seu filho.

O nome dele?

Bem, no sonho Guga se deparava com uma Pati que, após dar à luz o bebê que por nove meses chamou de Eric, decidiu que seu nome seria Vítor.

Guga, atônito, tentava argumentar que já estava tudo pronto, que o enfeite da porta tinha Eric escrito, que todos na família já haviam se acostumado e o Blog do Eric!

Como ela queria mudar tudo agora?

 

Sonhos não são o campo mais apropriado para discussões racionais.

E, neste especificamente, não havia nenhuma.

Seria Vítor (ou Victor, sei lá), e pronto.

E ponto final.

 

Mas sono de pai, mesmo em se tratando de quem se trata, não dura muito.

Guga acordou, na luz lúgubre do quarto de hospital.

Levantou e foi olhar o Eric, digo, seu filho.

Olhou pra ele, lembrando do sonho.

Ficou imaginando se aquilo seria um sinal, uma manifestação além-da-compreensão de que aquele garotinho já nascera com nome, que talvez não coubesse a ele escolher tão arbitrariamente.

Balançou a cabeça, esfregou os olhos, coçou as costelas e foi tomar providências relativas ao bebê. Afinal, ele precisava ser registrado.

 

Foi lá e registrou! Não seria só um sonho que demoveria este cabeludo de chamar seu filho como ele queria.

Sonho é só um sonho que se sonha só.

 

Junto com a Pati, ele sonhou acordado que ele se chamaria Eric.

 

E, já diria Raulzito, sonho que se sonha junto é realidade.

 

 

 

 

Receber nossos informativos

Siga-nos:

Baixe nosso aplicativo

Livronautas
Copyright © 2011-2022
Todos os direitos reservados.