carregando

Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns segundos...

 

Desperte o Líder Que Há Em Você

Para usar as funcionalidades você precisa estar logado(a). Clique aqui para logar
Erro ao processar sua requisição, tente novamente em alguns minutos.
Desperte o Líder Que Há Em Você

Livro Bom - 1 comentário

  • Leram
    1
  • Vão ler
    6
  • Abandonaram
    0
  • Recomendam
    0

Autor: John H Zenger  

Editora: Futura

Assunto: Auto Ajuda

Traduzido por: Creuza de Souza

Páginas: 145

Ano de edição: 1996

Peso: 235 g

Avalie e comente
  • lido
  • lendo
  • re-lendo
  • recomendar

 

Bom
Marcio Mafra
13/10/2006 às 14:56
Brasília - DF

Desperte o Líder Que Há em Você tem cara e tipo de livro de auto ajuda. De certo modo é isso mesmo que o John Zenger narra em seu livro. A tradução não é lá essas coisas. Tem bons conceitos e podemos considerar que algumas análises e posturas indicadas sejam razoáveis, notadamente se considerarmos que o mercado americano é muito diferenciado do brasileiro. A conclusão é de que os gestores devem melhorar no que lhes cabe, para aperfeiçoar o que está ao seu alcance em suas empresas e em suas vidas. Então tá!!!!!!


Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

O livro narra "segredos" para ser bem sucedido em uma empresa, governamental ou da iniciativa privada.

Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

Trabalhei numa empresa farmacêutica com um executivo que tinha um programa de trabalho desafiador. Além de ser o chefe de pesquisa dessa empresa multinacional, era professor em tempo integral na Universidade de Stanford. Ele freqüetemente programaava encontros de cinco ou dez minutos. Inicialmente, as pessoas ressentiam-se com tais encontros. Estavam mais acostumadas a reuniões de meia ou uma hora, como as que a maioria das secretárias automaticamente agenda. Mas em seus encontros com ele você se descoobria sendo pontual e passando por cima de muitas conversas desnecessárias para chegar ao centro do assunto. Era impressionante o que você podia realizar num encontro tão breve. Embora algumas coisas faltassem num encontro desses, ele era capaz de conduzir cinco ou seis vezes mais reuniões que seus colegas. (Se você precisasse de mais tempo e insistisse, poderia marcar entrevistas mais demoradas.)

À medida que as empresas se tornaram mais enxutas e uniformes, a maioria de nós descobriu que lidava com muito mais pessoas do que antes, freqüentemente de muitas outras partes da empresa.

Pessoas bem-sucedidas sabem o valor dessas interações e o quanto podem realizar por meio delas. Sabem ainda que o valor desses encontros não pode ser determinado por sua duração. De fato, conhecendo o número de nossas interações num determinado dia, há uma vantagem explícita em torná-las curtas e agradáveis.

O segredo é ser capaz de transformar até uma conversa casual numa troca produtiva, se necessário - algo que ajude a alcançar um objetivo, melhorar uma situação ou tornar uma relação de trabalho mais consistente.

Eis algumas interações que se qualificam como trocas produtivas.

Marque aquelas que experimentou recentemente.

• Resolver um problema para um cliente infeliz.

• Convencer um colega de trabalho a ajudar num projeto.

• Resolver um conflito em seu grupo.

• Dar um feedback a alguém sobre seu desempenho.

• Reunir informações importantes sobre outro departamento ou grupo de trabalho.

• Transmitir sugestões de melhoria.

• Avaliar como um colaborador realmente sente-se sobre um projeto.

A maioria das pessoas evita trocas como essas por medo de que sejam muito difíceis e tomem muito tempo. Pessoas bem-sucedidas não se intimidam, porque aprenderam o segredo de manejá-las com eficácia e relativa rapidez. São capazes de penetrar no âmago da questão do modo mais eficiente possível.

Há dois tipos distintos de interação. Uma é aquela que você inicia e controla até certo ponto. A outra ocorre quando você é o ponto receptor.

Atletas de destaque freqüentemente elaboram estratégias ou planos para um jogo futuro em suas mentes. Você pode fazer o mesmo para interações importantes ou difíceis no trabalho.

O segredo se resume a um processo de ensaio mental.

Pessoas bem-sucedidas pensam sobre a situação, planejam o que querem dizer e fazer e, a seguir, representam um diálogo em suas cabeças. Imaginam a reação da outra pessoa e adaptam suas observações de modo adequado. Representarão duas ou três cenas diferentes,
sabendo que não poderão predizer totalmente o que a outra pessoa dirá ou como reagirá.


Nenhuma informação foi cadastrada até o momento.

Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

Não há nenhum historico para narrar sobre este livro.

Agora já há coisas para registrar:

Em 25 de fevereiro de 2007 o Capitão Hilton Barbosa esteve em minha casa e levou emprestados três livros, que nunca devolveu, embora tenhamos cobrado em diversas oportunidades. Por isso, em 2011, ao fazer uma conferencia dos livros físicos compramos outros exemplares no sebo Estante Virtual. Este registro é feito para comprovar o axioma que deu inicio à Bibliomafrateca, depois chamada Livronautas: "Livro bom some"

Os três livros, emprestados e não devolvidos são:

Como Ficar Rico Com Net Work Marketing - registro físico nº 899

Desperte o Lider que há em você - registro fisico nº 898

Manual Brasileiro de Promoção de Vendas - registro físico nº 149 


 

Receber nossos informativos

Siga-nos:

Baixe nosso aplicativo

Livronautas
Copyright © 2011-2021
Todos os direitos reservados.