carregando

Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns segundos...

 

Utopia e Paixão

Para usar as funcionalidades você precisa estar logado(a). Clique aqui para logar
Erro ao processar sua requisição, tente novamente em alguns minutos.
Utopia e Paixão

Livro Bom - 1 comentário

  • Leram
    1
  • Vão ler
    2
  • Abandonaram
    0
  • Recomendam
    0

Autor: Roberto Freire  

Editora: Rocco

Assunto: Filosofia

Traduzido por: Livro Editado em Português do Brasil

Páginas: 107

Ano de edição: 1988

Peso: 145 g

Avalie e comente
  • lido
  • lendo
  • re-lendo
  • recomendar

 

Bom
Marcio Mafra
14/10/2006 às 17:52
Brasília - DF

Igualmente como o "Sem Tesão Não Há Solução" este é um livro polêmico do Roberto Freire, escrito em conjunto com o Fausto Brito. Também é bastante divertido, revolucionário, herético, assumido, panfletário, sem pé nem cabeça, libertino, libertário, ingênuo, utópico e lúdico.


Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

As reflexões de Roberto Freire e Fausto Brito, na ocasião em que o Roberto se encontrava temporariamente cego. Os autores, recorrendo aos seus conhecimentos profissionais, filosofam sobre o cotidiano onde pode ocorrer a paixão e a utopia.

Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

Experimentar situações novas de vida ou viver experiências socialmente inovadoras envolve risco e conseqüentemente traz incertezas, inseguranças. Aparece então o nosso lado conservador pedindo para voltarmos àquelas experiências onde nos sentimos "melhor" ou mais bem comportados socialmente. Resistir a esta tensão é fundamental. Mais ainda: temos de fazer dela algo criativo, dinâmico e crítico. No momento em que somos críticos, temos capacidade de readaptação e descoberta de novos meios de viver. É a necessidade de criação do homem, de completar a natureza através da própria vida. Quando nos deixamos levar por este impulso vital, que é a descoberta do novo. que é a necessidade revolucionária da renovação. acabamos descontentando aqueles socialmente conformados. Uma pessoa em revolução incomoda muito. principalmente porque todo o resto sente necessidade de se revolucionar, mas é socialmente pressionado a não ter coragem para isso. Esta pressão social se dá através de gratificações, como uma situação social estável que nos acovarda diante de qualquer risco, mesmo nos privando da liberdade. Risco é sinônimo de liberdade.


Nenhuma informação foi cadastrada até o momento.

Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

Na segunda metade de 80, Roberto Freire era moda. Nunca chegou a ser must. Por isso comprei o seu livro.


 

Receber nossos informativos

Siga-nos:

Baixe nosso aplicativo

Livronautas
Copyright © 2011-2021
Todos os direitos reservados.