carregando

Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns segundos...

 

Fogo nas Entranhas

Para usar as funcionalidades você precisa estar logado(a). Clique aqui para logar
Erro ao processar sua requisição, tente novamente em alguns minutos.
Fogo nas Entranhas

Livro Ruim - 1 comentário

  • Leram
    1
  • Vão ler
    0
  • Abandonaram
    0
  • Recomendam
    0

Autor: Pedro Almodovar  

Editora: Dantes

Assunto: Erotismo

Traduzido por: Eric Nepomuceno

Páginas: 124

Ano de edição: 2000

Peso: 125 g

Avalie e comente
  • lido
  • lendo
  • re-lendo
  • recomendar

 

Ruim
Marcio Mafra
30/06/2002 às 20:26
Brasília - DF

Almodóvar é muito melhor como diretor de filmes do que como escritor. Mesmo que os filmes sejam do mesmo gênero que o Fogo nas Entranhas. É uma linguagem rasqueta, chocante, mas divertida. Não chega a ser erótica. Fica na menoridade da pornografia. Como livro é uma droga.


Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

Vinte e cinco contos do realismo pornô espanhol.

Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

Aliás, Eulália, onde estão os remédios? - Eu não comprei. -Mas... Eulália fez como se não estivesse ouvindo os protestos do marido. - Vamos lá pra sala, vocês devem estar morrendo de sede, com esse calorão. Enquanto bebiam, Eulália prometeu sair e procurar rapazes para a festa. Roque apareceu na sala. Tinha se vestido e sua aparência era tenebrosa. Além do mais, estava furioso. - Vou até a farmácia - anunciou. - Espere, eu te levo de carro. Também preciso sair - disse Eulália. Roque esperou até estarem dentro do automóvel para soltar sua fúria. - Você pode me explicar o que está querendo fazer, Eulália? - Nada, só quero me divertir um pouco. Eu já disse: Raimunda, a menina que você tentou violar no elevador, me aconselhou a deixar de bobagem e pôr um pouco de imaginação e espontaneidade na minha vida. E acho que ela tem razão... é exatamente o que estou fazendo. Escute, se você ver um grupo de homens, me avise. Vou chamar todos para a festa. Roque começava a ficar apavorado. Decididamente, sua mulher tinha ficado maluca. Sempre achou que ela era excêntrica, mas não tinha dado muita importância. Agora, estava com medo. - Escuta: me leva até a farmácia. Ou então, pára aqui que eu desço. Eu mesmo encontro uma farmácia. - Não se preocupe, a gente já acha uma. Eulália revirou a bolsa à procura de um cigarro, mas aquela não era a sua bolsa. - Caramba, me enganei. Peguei a bolsa de uma das convidadas. Depois de dar várias voltas, sem encontrar nem homens, nem farmácias, entraram na rua de Ming. Para Eulália, foi uma agradável coincidência, e ela parou o carro na frente da fábrica...


Nenhuma informação foi cadastrada até o momento.

Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

Gustavo, querendo testar a eficiência do serviço de entrega domiciliar de aquisições de livros através da Internet, escolheu este título e me presenteou por ocasião de meu aniversário 2000. Parece que o resultado da experiência foi positiva, porque recebi o livro sem problemas.


 

Receber nossos informativos

Siga-nos:

Baixe nosso aplicativo

Livronautas
Copyright © 2011-2022
Todos os direitos reservados.