carregando

Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns segundos...

 

Antologia da Sabedoria 2º Tomo

Para usar as funcionalidades você precisa estar logado(a). Clique aqui para logar
Erro ao processar sua requisição, tente novamente em alguns minutos.
Antologia da Sabedoria 2º Tomo

Livro Ruim - 1 comentário

  • Leram
    1
  • Vão ler
    0
  • Abandonaram
    0
  • Recomendam
    0

Autor: Não Consta Autor  

Editora: Edigraf

Assunto: Auto Ajuda

Traduzido por: Não Consta Tradutor

Páginas: 225

Ano de edição: 1958

Peso: 650 g

Avalie e comente
  • lido
  • lendo
  • re-lendo
  • recomendar

 

Ruim
Marcio Mafra
16/10/2004 às 21:51
Brasília - DF

Coletânea antológica de conceitos morais e espirituais selecionados lá pelo final dos anos 50. Uma grande bobagem, em dois grossos volumes, que não tem nenhuma outra serventia que não encher prateleira, até porque a coletânea foi elaborada sem nenhum critério técnico, literário, de estilo ou segundo os postulados das escolas de psicologia. Bestagem pura.


Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

Antologia da Sabedoria é coleção de conceitos morais e espirituais, alinhados pelo editor, no final dos anos 50 e destina-se aos que desejam educar-se moral e espiritualmente, aos que entreviram, como Lecomte da Noüy, a luz que está dentro de nós mesmos....

Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

Da experiencia religiosa. Otoniel Motta. Que pensar da experiência religiosa? É acaso uma fraqueza e uma ilusão, sôbre as quais se deve lançar o véu da tolerância e da compaixão das almas fortes? Um mal tolerável que há de gastar-se com o tempo e cujo desaparecimento será um benefício para a humanidade? Um simples fruto da ignorância, que a difusão das luzes dissipará? Analisemos. A experiência do Numinoso é de tremendos resultados: Moisés, Amós, Isaías, Paulo, Maomé, Francisco de Assis, Inácio de Loiola, Lutero, Teresa de Jesus, Wesley, para não citar outros, são provas do que pode acarretar essa experiência. Ela transforma os homens em dínamos que fazem às vêzes trepidar o mundo. Transforma, como que a súbitas, um tronco, desconhecido e dormente, em relha que revolve o solo para as grandes messes. Faz de um simples pastor de ovelhas, como era Amós, uma fanfarra cujo c1angor atravessa os séculos, acordando as consciências adormecidas, sem nunca perder o seu vigor. Transforma Saulo em Paulo. Ninguém pode menosprezar uma fôrça que produz tais resultados na vida dos indivíduos com reflexos intensos na vida das nações. Acaso a irreligião já produziu idênticos resultados? Acaso a irreligião tende a gerar movimentos que elevem o homem a um nível moral e espiritual mais alto?


Nenhuma informação foi cadastrada até o momento.

Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

Um caso explícito de "conto do livro", semelhante ao conto do "vigário", do "paco" e do "bilhete premiado", urdido para tomar dinheiro de leitores trouxas, como eu. No início dos anos 60, espertos editores aproveitavam suas ótimas estruturas de venda porta-à-porta, para entupir incautos leitores, com quilos e mais quilos de livros. Para forçar a venda de um "autor bom" como Victor Hugo, Jorge Amado, Machado de Assis, Rousseau, Tolstói, Eça de Queiroz ou Shopenhauer, por um preço altíssimo, pagável em 10 ou 12 módicas parcelas mensais, se oferecia ao leitor comprador "inteiramente grátis" um "valioso brinde”, "ricamente encadernado", ou seja, uma antologia de qualquer coisa: poesia, discursos, galinhas, sapos, sexo dos anjos. Bestagem pura.


 

Receber nossos informativos

Siga-nos:

Baixe nosso aplicativo

Livronautas
Copyright © 2011-2020
Todos os direitos reservados.