carregando

Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns segundos...

 

Fim de Caso

Para usar as funcionalidades você precisa estar logado(a). Clique aqui para logar
Erro ao processar sua requisição, tente novamente em alguns minutos.
Fim de Caso

Livro Ruim - 1 comentário

  • Leram
    1
  • Vão ler
    1
  • Abandonaram
    0
  • Recomendam
    0

Autor: Graham Greene  

Editora: Record

Assunto: Romance

Traduzido por: Lea Viveiros de Castro

Páginas: 237

Ano de edição: 2000

Peso: 280 g

Avalie e comente
  • lido
  • lendo
  • re-lendo
  • recomendar

 

Ruim
Marcio Mafra
31/10/2004 às 11:57
Brasília - DF

Embora este romance do Greene tenha virado filme é uma história muito ruinzinha. Um escritor, Henry Milles e sua Sarah vivem muitos conflitos numa novela que escorre açúcar por todas as paginas. Uma parte do livro é escrita na forma de diário. Ruim. Muito chatinho.


Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

A história de Maurice Bendrix que encontra Henry, marido de sua ex-amante Sarah. Maurice e Sarah tiveram um caso de amor, até que, sem qualquer explicação, o romance foi rompido. Começa uma investigação, para entender o porquê do rompimento entre os dois.

Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

8 de maio de 1945. Fui até St. James Park, à noite, para vê-los celebrar o Dia da Vitória. Estava muito tranquilo perto daquele lago iluminado por holofotes, entre a Guarda Montada e o palácio Ninguém gritou, cantou ou se embebedou. As pessoas se sentavam em pares na grama, de mãos dadas. Acho que estavam felizes porque havia paz e não havia mais bombas. Eu disse a Henry: - Não gosto da paz. - Estou imaginando onde serei localizado quando sair do Ministério da Defesa. - No Ministério da Informação? - perguntei, tentando demonstrar interesse. - Não, não, eu não aceitaria. Está cheio de funcionários públicos rotativos. O que você acharia do Ministério do Interior? - Qualquer coisa que lhe agrade, Henry - disse. A Família Real apareceu no baldio e a multidão cantou com muito decoro. Eles não eram líderes como Hitler, Stalin, Churchill, ou Roosevelt, eram simplesmente uma família que não tinha feito mal a ninguém Eu queria Maurice a meu lado. Queria comemorar de novo. Queria pertencer a uma família também - Muito comovente, não e? - disse Henry. - Bem, podemos todos dormir tranquilos a noite, agora - acrescentou, como se nós alguma vez tivéssemos feito outra coisa a noite além de dormir tranquilos.


Nenhuma informação foi cadastrada até o momento.

Marcio Mafra
18/01/2013 às 19:17
Brasília - DF

Não historia deste livro


 

Receber nossos informativos

Siga-nos:

Baixe nosso aplicativo

Livronautas
Copyright © 2011-2021
Todos os direitos reservados.